Voltar ao site

O que é Design Instrucional?

e porque utilizá-lo na sua organização

· Treinamento,Metodologias,Design Instrucional,Corporativo,Cultura Organização

Quando o assunto é aprendizado, toda informação deve ser repassada com cautela, afinal, despejar conteúdo não facilita nem um pouco a absorção do aluno, muito menos mantém seu interesse no estudo.

É por isso que o design instrucional é a arte de criar uma experiência acolhedora e envolvente para o usuário. Portanto, o foco dessa técnica é tornar a informação acessível e atraente por meio de práticas pedagógicas inovadoras.

Diante desse cenário, você tem duas opções: elaborar um programa de treinamento e contar com a sorte para que os alunos extraiam o aprendizado desejado ou utilizar o design instrucional e garantir que o conteúdo seja absorvido.v

Afinal, o que é o design instrucional?

O design instrucional é uma ferramenta de análise poderosa (mas, não só isso), que identifica lacunas de desempenho, habilidades, conhecimentos, entre outros campos.

Mediante a essas informações, o design instrucional aplica uma metodologia sistemática para desenvolver e projetar conteúdos, experiências e soluções para facilitar a aprendizagem. Logo, o aprendizado no local de trabalho potencializa a produtividade e o valor dos funcionários, além de fomentar o conhecimento.

Vamos a um exemplo. Você sabia que o design instrucional pode te auxiliar a mudar a cultura da sua organização? E esse é só o começo.

Afinal, esses profissionais dispõem de um conhecimento profundo da psicologia educacional e justamente por isso são requisitados para desenvolver materiais de apresentação, cursos, guias, folhetos, entre outras vertentes.

Qual a estrutura do design instrucional?

Existem diversos modelos e práticas, quando se trata do design instrucional. No entanto, vamos citar uma das mais populares: ADDIE (Analysis, Design, Development, Implementation e Evaluation, em inglês). Esse processo é composto por 5 etapas, são elas:

Análise (de público-alvo): o primeiro passo é se questionar sobre qual é o seu público-alvo e quais informações ele deseja saber.

Desenho: após responder as perguntas acima, você precisa saber repassar esse conhecimento, criando uma abordagem atraente e instrutiva.

Desenvolvimento: esse é o momento de colocar seu plano em ação. Para tal, podem ser usados diversos recursos para assegurar o desenvolvimento do percurso, como, por exemplo, storytelling.

Execução: pense no marketing, instigue seu público. Faça com que seus funcionários

terem o desejo de participar do curso antes mesmo da sua liberação.

Avaliação: por fim, analise todos os seus esforços. Em especial, o feedback dos alunos.

Quais são os desafios do design instrucional?

Com o advento da internet e a globalização da informação, novos desafios surgem todos os dias. Por isso, diversas organizações buscam profissionais qualificados e resilientes, capazes de lidar se adaptar com as mudanças diárias. Portanto, vamos citar algumas das adversidades que os designers instrucionais estão aptos para enfrentar:

A batalha contra a falta de engajamento

Envolver seus funcionários no processo é vital para os negócios. No entanto, esse é um desafio constante.

O que torna a presença do designer instrucional ainda mais crucial para combater a falta comprometimento com o aprendizado.

Todos os dias novas tecnologias educacionais surgem. Diante desse cenário dinâmico, o designer instrucional deve ficar à frente das novidades e saber como utilizá-las a favor da sua organização.

Por que utilizar o design instrucional na sua organização?

O primeiro ponto é que sua organização vai economizar tempo e, consequentemente, dinheiro. Ela também terá acesso a um processo sistemático eficiente, feito a partir das necessidades do público-alvo do treinamento corporativo, sempre pensando em aprimorar competências, habilidades e desempenhos.

Além disso, a empresa identifica lacunas no conteúdo e garante uma implementação eficaz dos novos conhecimentos adquiridos. Mas, esse é o só começo.

Confira os benefícios do design instrucional para a sua organização:

1. Treinamento personalizado

 

Generalizar o conteúdo pode ser uma tática perigosa, afinal, cada aluno absorve o conteúdo de formas distintas. Sendo assim, cada ambiente exige uma forma de aprendizado, assim como cada grupo social.

 

É aí que entra o design instrucional para identificar brechas e preenchê-las de forma eficaz para cada indivíduo.

2. Redução de custos

A essa altura, você deve estar se perguntando se contratar uma empresa terceirizada para desempenhar o design instrucional vai lhe custar caro.

A boa notícia é que o valor não chega nem perto do que sua organização gastaria elencando funcionários para trabalhar nesta área, especialmente se levarmos em conta os benefícios, horas e salários.

Também vale se questionar sobre a qualidade do projeto, uma vez que a experiência desenvolvida por profissionais qualificados na área é superior à de um funcionário voluntário.

Além disso, o designer instrucional fornece um conteúdo que pode ser facilmente atualizado, dessa forma, a estrutura não fica desatualizada.

3. Consistência do conteúdo

Consistência não é sobre utilizar o mesmo material inúmeras vezes. É sobre reaproveitar o processo e, ao mesmo tempo, garantir a eficiência instrucional do conteúdo em todo a jornada do aluno. Por isso, o design instrucional se adapta às necessidades constantes de cada organização, personalizando o aprendizado e garantindo a consistência ao longo do tempo.

4. Desenvolver sua equipe

 

Ao optar por desenvolver um conteúdo personalizado projetado por um especialista, suas chances de superar expectativas aumentam abruptamente. Dessa forma, você projeta uma experiência envolvente e agradável para o seu público-alvo. É esperado que a sua organização pense diferente das demais abordagens educacionais.

 

Pense comigo: diversos colaboradores (ou até mesmo você) já passaram pela experiência de, após um breve período do aprendizado, a informação evapora. Portanto, não é mais aplicável. Por isso, um conteúdo desenvolvido por um designer instrucional garante que a vida dos alunos seja efetivamente modificada pelo conhecimento adquirido.

5. Interação e Engajamento

 

Com uma concorrência cada vez maior no mercado, é fundamental garantir a participação dos alunos. Por isso, programas de treinamento centrados no instrutor devem ser evitados.

 

O design instrucional busca envolver as diferentes partes interessadas ao longo do processo por meio de diversas metodologias e materiais que ampliam e otimizam a experiência de aprendizado.

 

Vale lembrar que todo conteúdo é desenvolvido conforme o que os alunos precisam aprender.

Precisa de ajuda com Design Instrucional?

A SkilLab é referência em treinamento corporativo. Saiba mais sobre nossos serviços ou entre em contato com um de nossos consultores. Estamos à disposição pra te ajudar a ir cada vez mais longe!

Texto desenvolvido pela equipe de conteúdo da SkilLab Treinamentos e Gamificação

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK