Voltar ao site

O que são métodos ágeis e quais suas vantagens?

· Treinamento,Jogos Corporativos,Celemi,Metodologias

É desafiador acompanhar as mudanças que o mundo está propondo para os negócios, principalmente no corporativo, industrial e tecnológico. Os clientes querem resultados, e rápidos, de preferência. Os antigos processos já não cumprem mais um papel competente em diversas áreas. É hora do novo, do inovador e do ágil.

Você já ouviu falar sobre métodos ágeis? Eles surgiram dentro de empresas focadas em desenvolvimento de software, mas hoje já são aplicados no desenvolvimento de produtos em diversas áreas.

Os métodos ágeis são responsáveis por ajudar equipes a planejar, desenvolver, testar e entregar projetos. A grande sacada é em como isso é feito: o projeto é dividido em partes, para que o cliente esteja sempre acompanhando tudo o que está acontecendo. Conheça mais sobre essa metodologia neste artigo, pois ela pode ser o mais novo processo de gerenciamento de projetos dentro da sua empresa.

O que são métodos ágeis?

Métodos ágeis são uma metodologia de gerenciamento de projetos baseadas no manifesto ágil criado em 2001. Eles permitem a adaptação no modo de trabalhar, respeitando as condições do projeto, oferecendo flexibilidade durante o desenvolvimento e rapidez nas entregas. O cliente fica envolvido durante todo o projeto, recebendo as etapas executadas, testando, reportando melhorias ou possíveis erros e aprovando cada parte do projeto.

Você já ouvir falar que para chegar a um objetivo final, devemos definir objetivos menores e nos preocuparmos em chegar neles para que, no final desta jornada, o objetivo maior seja alcançado? Então, a metodologia ágil entrega justamente isso. Veja como funciona na prática:

Métodos ágeis na prática

Para aplicar a metodologia, é necessário que o projeto seja dividido em waves (ou ondas), que nada mais é do que cada etapa do trabalho. Cada wave é conhecida, dentro da metodologia Scrum, como Sprint. Os sprints são divididos em: planejamento, execução, teste, entrega e aprovação.

Para você entender o nível de envolvimento do cliente, ele tem papel fundamental tanto no planejamento como nos testes e na aprovação. Ou seja, ele faz parte da equipe de desenvolvimento durante todo o projeto.

Uma sprint dura, em média, 2 semanas. Isso significa que a cada 2 semanas, pelo menos mais uma etapa do projeto é aprovada e outro sprint já se inicia, completando novamente o ciclo de desenvolvimento.


Ao final de todos os sprints, conclui-se o projeto, normalmente com alta satisfação do cliente e dentro do tempo estabelecido no começo do projeto.

Quais as diferenças entre os métodos tradicionais e os ágeis?

Você deve conhecer o desenvolvimento em formato de cascata que funciona da seguinte forma: o cliente expõe a necessidade, a sua equipe planeja uma solução e executa o plano. Depois, ocorrem alguns testes e a entrega dessa solução para o cliente. Entretanto, entre o planejamento e a entrega podem ser passar vários meses. Agora, vamos supor que na hora da entrega, o cliente queira fazer modificações no produto?

O seu time é obrigado a voltar lá para a etapa inicial de planejamento e repassar novamente todas as etapas. Esse formato de entrega não é nenhum pouco ágil. O cliente fica sem receber nada “palpável” por muito tempo e não se sente envolvido na execução do seu próprio projeto.

Os métodos ágeis entregam pequenos resultados em curtos espaços de tempo. Inconscientemente o cliente vê o projeto tomando forma e sente-se apto a fazer alterações durante o desenvolvimento. É como se ele pudesse trocar o pneu do carro com ele em movimento.

Benefícios dos métodos ágeis

Os benefícios são inúmeros e não são só na visão do cliente, a sua empresa também usufrui de vários benefícios quanto aplica a metodologia ágil no gerenciamento de projetos. Vamos a alguns:

• Envolvimento de todas as partes: o cliente caminha lado a lado com o time de desenvolvimento para que eles construam juntos o projeto. Isso resulta em maior comprometimento do cliente no sucesso do projeto, pois de certa forma, ele também colocou “a mão na massa” durante todos os sprints.

• Engajamento do time de desenvolvimento de projeto: como as etapas são concluídas em um espaço curto de tempo, o time de desenvolvimento se sente engajado a todo o momento, pois sempre estão atingindo pequenos objetivos e isso é altamente gratificante.

Entrega de resultados: é bastante comum na metodologia cascata alguns projetos ganharem mais prioridade que outros e muitas vezes serem esquecidos por várias semanas. Com as metodologias ágeis, os prazos de entrega das etapas são mais curtos, o que faz com que as equipes estejam sempre trabalhando em cima do projeto, realizando entregas mensais.

Eficiência: enquanto nas metodologias tradicionais, demoram-se meses para entregar o produto e corre-se o risco de demorar mais alguns meses até serem feitas as alterações, nas metodologias ágeis a eficiência ganha espaço, pois tudo é mais dinâmico, flexível e ágil.

Satisfação do cliente: como o cliente é peça fundamental durante todos os sprints, ele consegue ter a liberdade de deixar o projeto no formato em que julga o mais correto. Ele aprova cada sprint, então, no final de todo o projeto, ele vê nascer o produto de acordo com as indicações dele, o que traz altos níveis de satisfação.

Case de sucesso da Cisco utilizando métodos ágeis


A empresa tinha um projeto interno focado no faturamento de assinantes que seguia o modelo cascata de desenvolvimento. As equipes trabalham de forma separada nas diferentes áreas do projeto, desde o design até a implementação. Muitos defeitos eram constatados no momento da implementação o que fazia a empresa perder os prazos e se sentirem desmotivados. Além disso, começou-se a utilizar horas extras para dar conta deste projeto.

 

A empresa então viu a necessidade de modificar a metodologia, pois já tinha muitas provas de que o projeto poderia falhar ao longo do tempo. A metodologia ágil foi a escolhida e eles começaram a trabalhar da seguinte forma:

 

•Utilizando o ciclo de waves – sprints;

 

•Ter diariamente uma reunião de 15 minutos para acompanhar o andamento dos sprints;

 

•Houve transparência entre as equipes, pois todos sabiam no que todas as equipes estavam trabalhando;

 

•Os funcionários puderam se autogerenciar para que finalizasse a sua parte ao final de cada sprint;

 

•Testes e melhorias foram feitos ao longo de todo o projeto, obtendo sucesso na aprovação de cada etapa.

 

Veja alguns dos resultados que o método ágil trouxe à empresa:

 

•Os defeitos críticos foram reduzidos em 40% durante todo o projeto;

 

•Não foram necessárias horas extras durante o desenvolvimento utilizando a nova metodologia;

 

•Os times estavam mais engajados e motivados a finalizarem cada sprint, pois tinha a sensação de conquista de forma mais frequente;

 

•O produto foi entregue dentro do novo prazo estipulado.

 

Você quer aprender como implementar um método ágil dentro da sua empresa? Então conheça o Celemi Agile Move - nosso simulador de negócios sobre mindset ágil!

 

Nossa empresa é focada em treinamentos corporativos e gamificação. Estamos sempre de olho nas tendências do mundo corporativo e em como podemos capacitar as empresas para performar da melhor forma, seja utilizando habilidades técnicas como socioemocionais.

 

Entre em contato conosco e vamos juntos!

Texto desenvolvido pela equipe de conteúdo da SkilLab - Treinamentos e Gamificação

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK